Loading…
  • Troféu BTT Litoral Alentejano 2017

Vencedores 2016:

Na Maratona Ricardo Pereira foi o atleta masculino mais regular tendo vencido o troféu com 170 pontos. Ricardo Félix (147 pontos) e Hugo Vilhena (146 pontos) completaram o pódio do troféu no escalão Maratona Masculinos. Em Femininos a grande vencedora foi Celina Carpinteiro com 160 pontos, tendo Liliana de Jesus com 150 pontos e Teresa Fernandes com 145 pontos completado o pódio.

Na Meia-Maratona o grande vencedor foi Rúben Silva com 192 pontos, enquanto Filipe Coelho com 155 pontos e Pedro Rita com 154 pontos completaram o pódio. Em Femininos Soraia Gil dominou em absoluto tendo ganho as 3 provas do troféu, tendo Maria das Dores Jesus terminado em segundo com 195 Pontos e Leontina Borges Palhas terminado em terceiro com 153 pontos.

 

 

 

RICARDO PEREIRA CELINA CARPINTEIRO
VENCEDOR TROFÉU CATEGORIA MARATONA MASCULINO VENCEDORA TROFÉU CATEGORIA MARATONA FEMININA
   
   
RÚBEN SILVA
SORAIA GIL
VENCEDOR TROFÉU CATEGORIA 1/2 MARATONA MASCULINO VENCEDORA TROFÉU CATEGORIA 1/2 MARATONA FEMININA

 

Após o sucesso da primeira edição do Troféu BTT Litoral Alentejano era impossível não dar continuidade a este projecto! A fórmula que utilizámos era bastante simples: Bastava um atleta inscrever-se numa das 3 provas que constavam na edição 2016 e automaticamente estava a participar no troféu. Os participantes gostaram desta iniciativa e deixaram algumas sugestões que considerámos úteis pelo que em 2017 iremos proceder a algumas alterações: As classificações serão divididas por escalões, haverá classificação por equipas e o número de provas do troféu irá aumentar para 4.

Acreditamos que estas alterações serão uma mais-valia que irão contribuir para a consolidação definitiva deste projecto que tem como objectivo principal contribuir para o desenvolvimento do BTT no Litoral Alentejano, especialmente na vertente competitiva pois de momento esta região apresenta lacunas neste aspecto. Apenas com competição é possível evoluir e acreditamos que este troféu vai contribuir para que atletas jovens da região (e não só) já com algum potencial demonstrado consigam evoluir para patamares semelhantes ao dos atletas já consagrados.